segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Adeus ano velho...

Vanessa e eu queremos desejar a vocês um 2013 simplesmente lindo e repleto de experiências que, de tão maravilhosas, irão tirar o fôlego de vocês.


Mais um Dostoiévski

Para fechar o ano de 2012, eu li mais um livro de Dostoiévski. Desta vez foi O DUPLO.
Adoro como a literatura e o cinema são obcecados por histórias de personagens que, de repente, encontram uma outra pessoa fisicamente igual a eles mas psicologicamente oposta.
Saramago tratou disso em O HOMEM DUPLICADO. No cinema, recentemente tivemos CISNE NEGRO
Esse O DUPLO não chega a ter um final trágico como o excepcional filme protagonizado por Natalie Portman, mas o desfecho da história é bastante triste, melancólico mesmo. Acho que, acima de tudo, o livro narra o poder que a solidão tem de "enlouquecer" as pessoas. E, claro, de como somos vários em um mesmo. Temos lados os mais diversificados possíveis e podemos, quase sempre, nos surpreender com a gente mesmo. Como diria um amigo meu: com o número de neurônios que temos e um número maior ainda de conexões mentais que somos capazes de fazer, não temos como ser coerentes.
Mais um daqueles livros que temos que ler.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Cinema

Será que vocês vão ter paciência para um enorme post sobre cinema? Espero que sim! :-)
Bom, vi 3 filmes bem interessantes semana passada.
O primeiro foi O IMPOSSÍVEL (THE IMPOSSIBLE), que mostra, com todos os detalhes, o que aconteceu com uma família de pai, mãe e 3 crianças ao serem arrastados pela tsunami de 2006, na Tailândia. Mas, assim, o filme mostra com todos os detalhes. São minutos de extrema agonia acompanhando a personagem de Naomi Watts tentando não se afogar, chegar até o filho mais velho ou sobreviver em um hospital super-lotado.
Confesso que fiquei muito aliviada quando o filme acabou. Porque já não aguentava mais tanto sofrimento. Fora que saí do cinema querendo ir direto me matricular numa escola de natação para aprender a nadar o quanto antes!
Concordo em parte com uma amiga que diz que esse é, quase, um filme para TV sobre sobreviventes de uma tragédia. Mas acho que ao ter o elenco que tem, Ewan McGregor e Naomi Watts, além de uma ponta emocionante de Geraldine Chaplin, a história ganha maior destaque. E nos faz pensar, e pensar muito, que nós, humanos, temos força nenhuma contra a Natureza. E, apesar de muito frágil, a nossa vida pode encontrar uma força enorme frente às adversidades. Gostei. Foi uma experiência angustiante mas gostei.


Quando cheguei em casa resolvi baixar um filme que sempre tive vontade de ver: O SENTIDO PERFEITO (THE PERFECT SENSE), com Eva Green e Ewan McGregor. Sim, sim, Ewan é um de meus atores prediletos. rsrs
A história é sobre uma doença misteriosa, sem causa aparente, que faz a população do mundo sofrer alterações de humor fortíssimas mas por períodos determinados de tempo e, em seguida, perdemos um dos sentidos. Em meio a isso tudo, o personagem de Ewan (chef em um restaurante) conhece a personagem de Green (epidemiologista tentando entender a doença e, não, ela não me convenceu como cientista) e se apaixonam. 
Óbvio que o filme é uma metáfora sobre o amor romântico. E, claro, cada um que assistir vai achar uma coisa. Eu acho que, apesar de terminar de forma sombria, a história é esperançosa. Não vou comentar mais. Assistam. Foi um dos filmes mais legais que vi esse ano.


Ang Lee é um dos meus diretores prediletos. São dele filmes tão diferentes quanto RAZÃO E SENSIBILIDADE, CAUTION LUST, O TIGRE E O DRAGÃO, BROKEBACK MOUNTAIN e HULK, aquele com Eric Bana. 
Mas, acho, que todos eles têm uma coisa em comum que é a benevolência - generosidade mesmo - com a nossa condição humana de seres falhos tentando viver em um mundo hostil e da melhor forma possível.
Pois bem, esse AS AVENTURAS DE PI (LIFE OF PI) é bem um resumo disso, só que, dessa vez, o tema de fundo é a fé. 
(Claro que eu não acho que a fé seja apenas uma forma mais generosa de olharmos para o mundo, como um filtro de foto de Instagram, por assim dizer. Acho que a questão de acreditar é mais profunda do que a da mera escolha. Mas, sim, a fé também é isso.)
O filme é contemplativo em alguns momentos, afinal, Lee é chinês. E os filmes chineses são repletos de momentos assim, como nas muitas sequências de espaços com água refletirem como espelho o céu. Visualmente PI é perfeito. Fora que o elenco foi muito bem escolhido. Gerard Depardieu aparece em uma única cena, e como foi importante que ele tenha sido escolhido para interpretar o cozinheiro, principalmente quando escutamos algo já no final do filme.
Tirando o final extremamente simplista, o filme é uma experiência cinematográfica muito interessante. 
Aliás, o final me lembrou de DESEJO E REPARAÇÃO, que tem na escolha da narrativa do que vivemos uma forma de salvação ou redenção. Só que no filme baseado no livro de Ian McEwan a discussão é bem mais profunda e nos deixa com um gosto amargo na boca. Sinto que isso faltou no filme de Ang Lee.



Notinha: o autor de LIFE OF PI, Yann Martel foi acusado de plagiar uma história do nosso Moacyr Scliar. Pelo o que andei lendo a coisa foi séria. E resultou em uma conversa entre os dois autores e com Martel tendo feito, depois da descoberta do "plágio", uma dedicatória ao nosso autor. Confesso que isso tirou grande parte de minha vontade em ler o livro do indiano. Vou comprar o de Scliar agora. :-)

sábado, 29 de dezembro de 2012

Batom vermelho

Oi Meninas

Esse post é em homenagem a Gláucia, que ama batom vermelho :)

confesso que eu não uso batom, isso é trauma da adolescência! época que eu usava aparelho...eu achava feio a combinação batom + aparelho e hoje em dia eu não consigo usar :( nó máximo um gloss. mas comecei a mudar isso e batom nude ou um rosinha já ta acontecendo HAHAHAHAHAHAH

confesso que acho lindo batom vermelho, desde criança eu vejo a minha mãe usar e sempre achei lindo (um dia eu chego lá \o/) por isso resolvi fazer esse post.


Tem que ter atitude pra usa-ló, é verdade! e é uma cor de batom que nunca sai de moda!! Dependendo do tom e do restante do make, ele pode ser mais ousado. Quando usado com um make básico dá uma outra cara pro visual, dando um up. E o mais importante é que o batom vermelho nunca sai de moda!!!






Beijos!!!






quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Cabelos: Cuidados com os fios loiros

Oi Meninas

Recentemente eu fiz mechas californianas no meu cabelo e descobri que ser loira (ou metade loira no meu caso :p) da muito trabalho e não feliz o suficiente eu tinha que morar em Recife onde é verão o ano todo (graças a Deus). 

Já que estamos na época de férias onde tem muita piscina, muita praia eu decidi dar algumas dicas de como cuidar dos cabelos loiros (ou metade loiros) no verão.


Verão requer cuidados redobrados com os fios loiros...Naturais ou tingidos, os fios claros são mais vulneráveis à radiação. Eles desbotam e também ressecam com muito mais facilidade do que as madeixas mais escuras pois os cabelos loiros possuem menos melanina nos fios.


  1. Use sempre protetor solar para os cabelos.
  2. Abuse dos protetores capilares desenvolvidos especificamente para o verão. Xampus e máscaras pós-praia são indispensáveis. Use os dois juntos durante toda a estação. Esses produtos nutrem e selam as cutículas do fio, que fica protegido contra as agressões dos raios UV, do sal e do cloro.
  3. Para deixá-los brilhantes e com a cor mais intensa, é bom ter sempre à mão um xampu de pigmentos violeta. Esses produtos ajudam a manter a tonalidade uniforme, neutralizando as nuances amareladas e mantendo a cor viva por mais tempo.
  4. Se os seus fios são tingidos, um detalhe extra: intercale um xampu violeta com um pós-praia para retirar amarelado e esverdeado dos fios e deixá-los mais dourados com tom bem natural.

pra quem tiver curiosidade olha aí o meu cabelo (sem reparar na cara de cansada e sem maquiagem por favor :p):





Fonte: Ela


Ao ar livre...

Vamos brincar de atualizar isso aqui?
Bom, espero que o Natal de vocês tenha sido lindo. O meu foi ótimo. Acho que tenho que malhar por uns 6 meses para queimar tudo o que consumi em 3 dias. Mas, bom, coisas da vida. rsrsrsrs
Hoje quero falar de dois eventos ao ar livre que fui aqui em Recife neste ano.
O primeiro foi o VIVO OPEN AIR.
Basicamente  eles escolheram um ponto da cidade, bem perto do Recife Antigo, e construíram a mais gigantesca tela de cinema que já tive a alegria de ver. E não foi apenas isso: os lugares poderiam ser espreguiçadeiras ou poltronas de cinema. Escolhemos as poltronas, e em um lugar bem alto, para vermos a tela inteira.
E que coisa maravilhosa foi ver o já clássico (e que melhora com o tempo) BACK TO THE FUTURE com imagem e som perfeitos, e ao ao livre, em uma deliciosa noite de Recife.
Para quem gosta de cinema, vale muito a pena. O preço é salgado mas é muito bom. Uma experiência e tanto. Abaixo tem o vídeo com o momento no qual a tela sobe. Priceless.


No dia 25, fomos ver o BAILE DO MENINO DEUS. Em poucas palavras, ele é um auto de Natal, ou seja, usando elementos tradicionais do teatro ibérico, as peças divertem mas tentam, concomitantemente, nos ensinar aspectos morais da cultura cristã. Neste emocionante espetáculo exibido no Marco Zero do Recife, de graça, temos a busca pela figura do Menino Deus e de como esse nascimento deveria ser diário em nossos corações.
Mesmo que você não seja cristão vai gostar desse espetáculo. Afinal, repleto de elementos de nossa cultura, assisti-lo dá aquela sensação de volta para casa, de quando éramos crianças e nossas avós nos contavam histórias. Não tem como não gostar.
E o fato de ser ao ar livre, naquele lugar lindo que é o Marco Zero, torna tudo mais emcionante. Só vou dar uma dica: quando forem ano que vem levem suas cadeiras ou cheguem bem cedinho para conseguirem pegar um dos muitos lugares.
Abaixo tem um vídeo com Silvério Pessoa cantando uma das músicas do auto. 


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

ho ho ho

Vanessa e eu desejamos a todos vocês, queridos leitores, um Natal maravilhoso, repleto de risadas, saúde e fartura de bons sentimentos e ótimas comidas.


Moda: Sapatilha



Oi Meninas

Bom eu ADORO salto! mesmo eu sendo alta (eu tenho 1,70m) eu nunca tive problema de sair de salto...mesmo ficando mais alta que a maioria das pessoas.

Só tem um problema com os meu queridos saltos...anos jogando Handebol fizeram que o meu joelho seja um problema, na maioria das vezes eu não aguento passar o dia de salto sem que o meu joelho se torne um "pão" no fim do dia. Então eu resolvi apostar mais nas sapatinhas e decidi fazer esse post pra você que assim como eu tem problemas nos joelhos, ou não gosta de salto, ou não sabe andar com o salto ou simplesmente gosta de sapatilhas... mas tem duvida de como usar os looks.




bom gente salvo os looks formais, para casamentos e formaturas, eu tenho usado sapatilha para tudo. Balada, aniversário, shopping, jantar, almoço, trabalho, TUDO, TUDO!

e navegando pela net buscando referências e imagens, descobri a Alexandra Per, do blog Lovely Pepa. Ela tem vários looks fofos usando sapatilhas e como eu, ela usa com tudo! Olhem só:






Vários looks incríveis para gente reproduzir né?? e vocês gostam??

beijos

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ainda sobre o Óleo de Argan

Oi Meninas

como eu comentei no post passado o Óleo de Argan ta mesmo na moda...99% das mulheres usam ou ja usaram o óleo ou algum produto com ele na composição...mas sera que você sabe como usar corretamente nos cabelos esse maravilhoso óleo?? usando da maneira correta você pode tirar mais proveito desse produto.


Segundo cabeleireiro das famosas o Marco Antonio de Biaggi existem 5 maneiras de utilizar o Óleo de Argan para deixar o seu cabelo lindo e hidratado...


1. Esquente o óleo de argan no micro-ondas (o equivalente a uma colher de sopa), passe no cabelo lavado e deixe agir por uma hora antes de lavá-lo novanente utilizando o shampoo 2 veses para retirar o óleo.
2. Pingue quatro gotas do óleo de argan no equivalente a uma moeda de um real de sua máscara de hidratação. Misture e passe nos fios limpos e úmidos e deixe 15 minutos no vapor da toalha quente.
3. Espalhe três gotas do óleo de argan no cabelo úmido antes da escova. Ele penetra nos fios com o calor do secador.
4. Com os fios limpos e secos, aqueça uma gota de óleo de argan nas mãos e passe no comprimento e nas pontas como reparador de pontas. 
5. Depois de enrolar os fios no babyliss, coloque uma gota do óleo de argan nas mãos e espalhe no cabelo, soltando os cachos.
Viu como é bem fácil?? agora é só pegar o seu óleo de argan preferido e seguir a dicas que o Marco Antonio de Biaggi deu.
Agora se você ainda não tem o seu óleo preferido vou citar aqui os mais conhecidos aí você pode escolher o que você mais gosta e o que cabe no seu bolso.

  1. Óleo de Argan Moroccanoil 100 ml. 
  2. Orofluído Óleo Beauty Elixir Revlon 100 ml. 
  3. Óleo de argan Tutanat 60 ml. 
  4. Inoar Sérum Argan Oil – Óleo De Argan 120 ml. 
  5. Óleo De Argan Babyliss Pro 100 ml.
  6. Novex Nutrire Marrocon Óleo de Argan 30ml.
  7. Óleo de Argan Novex 30ml. 
  8. Óleo de argan Vitaderm 30 ml. 
  9. Oil Complex, da Alta Moda 120 ml. 
  10. Óleo de argan da Farmaervas 20 ml. 
  11. Óleo de argan Mutari 90ml.
  12. Óleo de argan  Avon Advance Techniques - Moroccan Argan Oil 30ml.

Gostaram das dicas??? qualquer dúvidas deixem nos comentários!

beijos

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Vamos Falar de Argan...



Oi Meninas!

Se você esteve no planeta terra nesses últimos tempos, você com certeza ouviu alguém falar sobre Argan. óleo de argan puro é é uma seiva extraída de uma árvore natural do Marrocos, chamada Argan Spinosa. 

Há algum tempo virou febre todas as marcas lançaram algum produto com esse óleo na composição, fazendo milagres nos cabelos de todo o tipo, forma e textura. Esse óleo milagroso é Rico em vitamina E, polifenóis e ácidos graxos essenciais, o produto se tornou indispensável para quem quer ter o cabelo bonito, solto, sem friz e sem volume. Mas essa maravilha de origem marroquina não faz milagres apenas com os cabelos, ela pode ser usada também na pele #TODASCOMEMORAM

Eu sou da opinião que se você beber argan você vira imortal :) (BRINCADEIRA GENTE!!! PELO AMOR DE DEUS NÃO VAI SAIR POR AÍ BEBENDO ÓLEO DE ARGAN!!!)...Segundo a sociedade brasileira de dermatologia pode ser usado óleo argan no rosto e no corpo. O óleo pode ser aplicado na face com efeito antioxidante e anti-idade, e no corpo para hidratação e prevenção de estrias.

Como o óleo Argan é rico em vitamina E e essa vitamina possui propriedades anti-inflamatórias, o óleo de argan também é indicado para tratar de infecções na pele e na cicatrização de feridas. Além disso, os polifenóis são ótimos para proteger a pele contra a radiação UV. *-*

Mas antes de você sair correndo pra pegar o seu óleo no armário pra passar no corpo todo CUIDADO primeiro você precisa saber que não é tudo uma coisa só...existe o produto para o cabelo e o produto para a pele e outra coisa é importante: você deve passar um pouquinho no braço pra testar se você não tem alergia ao produto. 

ahhh e se você tem a pele oleosa é bom não abusar!!! a minha pele é oleosa (Bem oleosa) e eu costumo passar a noite mas bem pouco, porque ele da uma pesada na pele e ela fica bem brilhante, mas na minha pele nunca deu espinha.

tudo certo?? você testou e não deu alergia então se joga no argan e aproveita!!! A melhor forma de usar no rosto é à noite ou antes do filtro solar, pela manhã. Já no corpo, o ideal é aplicá-lo logo após o banho.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Filmes para o fim do mundo...

Já que a piada do ano é o suposto final do mundo no dia 21 de dezembro, esta sexta-feira, resolvi fazer uma seleção básica de filmes catastróficos, angustiantes e até engraçados sobre o final do mundo.

Comecemos pelo excepcional A ESTRADA, baseado no não menos brilhante livro homônimo de Cormac McCarthy. A trama segue dois personagens (pai e filho) que depois de alguma catástrofe, que nunca fica realmente explicada, vão em direção ao sul dos Estados Unidos, em busca de condições melhores de sobrevivência. O filme é uma das coisas mais emocionantes que eu já vi. E ainda tem Viggo Mortensen, o Rei.




Danny Boyle (genial! genial!) já se arriscou em lidar com situações de fim de mundo. Em 28 DIAS acompanhamos o personagem de Cillian Murphy que sai do coma em um hospital abandonado às pressas, numa Londres vazia. As cenas daquela cidade tão pulsante vazia são terríveis, de doer o coração. Ao longo da trama vamos descobrindo que um certo vírus transformou as pessoas em seres raivosos e sem racionalidade alguma. Um dos filmes mais tensos que já vi.


Cineastas norte-americanos adoram jogar asteróides em nosso planetinha pálido ponto azul. ARMAGEDON, para mim, é uma bobagem sem tamanho. Mas IMPACTO PROFUNDO é muito bem feito, divertido e verdadeiramente angustiante. Afinal, que tecnologia temos para nos defendermos de um asteróide vindo em nossa direção. Nenhuma, caros leitores. De brinde ainda temos uma onda gigante engolindo Téa Leoni (entendam: eu sou eXcer e ela é casada com Duchovny) e Frodo antes de ser Frodo.


Tim Burton é um diretor muito criativo. E, na visão dele, o mundo acabaria com uma invasão de marcianos bem divertidos. Um dos filmes mais engraçados que já vi na vida. Se rever hoje vou rir tudinho novamente. Ainda temos Natalie Portman antes de CLOSER, BLACK SWAN e tudo de sensacional que ela já fez. E Jack Nicholson como o melhor presidente que os Estados Unidos já tiveram. rsrsrsrsrs


Nicolas Cage é um bom ator. Sério mesmo. Eu gosto dele atuando. E é em um desses filmes (PRESSÁGIO) que temos um verdadeiro final do mundo. Daqueles que não sobra nem o planeta Terra. Tirando a sequência final que quase me fez pedir o dinheiro do ingresso de volta, o filme levanta umas questões interessantes sobre o destino e a vida e ainda vai fundo na teoria de que a vida por aqui veio de fora. Uma coisa meio A VERDADE ESTÁ LÁ FORA, sabem. Mas, no final, é um filme bem interessante e que foi subestimado, o que é uma pena.


Não! Eu jamais esqueceria do sensacional O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS. A já clássica série de livros de Douglas Adams conta com um alienígena hilário, um humano sem-noção (o nosso Martin Freeman, aka, Bilbo Baggins) e um robot deprimido. Basicamente aquele típico humor inglês nonsense que é tão inteligente (e que eu adoro). Na história o nosso planetinha é "demolido" para a construção de uma auto-estrada galática. OK, não entrem em pânico e assistam ao filme porque vale a pena.


E, claro, para terminar temos 2012. O filme é uma besteira sem tamanho em termos de conhecimento científico. Eu acho que nunca ri tanto em minha vida com aquela história do núcleo da Terra sendo derretido. Mas ele mostra o nosso planetinha sendo arrasado e as cenas são incríveis! No final, cinema é imagem, né. Fora que tem o meu, o seu, o nosso amado John Cusack. Ou seja, como não amar esse filme? Guilty pleasure total.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Autoestima 2

Sabe o que faz a autoestima de qualquer mulher melhorar? Comprar lingerie. Sério mesmo. E não podem ser daquelas basiquinhas não. Estou falando de rendas, laços, seda, cores divertidas e alegres.
Mas não basta comprar, tem que usar. E sabe quando? Quando for ao supermercado, por exemplo. Nada de comprar e guardar para uma ocasião especial! É comprar e usar. Porque nós merecemos usar nossas melhores peças (roupas, sapatos, lingeries) sempre. 
Aqui em recife (e eu não estou recebendo dinheiro nenhum para escrever isso) existem 3 lugares maravilhosos para comprarmos essas lingeries lindas. Um deles é a LOUNGERIE aberta recentemente no RIOMAR. Aquele lugar é muito lindo e cheio de peças maravilhosas e muitas com preços amigáveis. A HOPE já é mais antiga e conta com algumas das calcinhas mais maravilhosas do mundo. E, claro, a SCALA.
Porque, sim, nós merecemos o melhor sempre.



domingo, 9 de dezembro de 2012

Autoestima 1

Em Psicologia, em geral, entendemos a autoestima como uma avaliação que fazemos de nós mesmos. Por exemplo: eu acho que sou ou não sou uma boa escritora ou uma pessoa interessante.
Obviamente que existem situações na vida que abalam nossa autoestima e temos que recuperá-la, ou seja, temos que voltar a acreditar que somos pessoas boas e maravilhosas que merecem situações boas e maravilhosas.
Vamos começar por algum lugar?
Abram seus armários e guarda-roupas. Tirem tudo do lugar. Chequem suas maquiagens e acessórios também. Olhem tudo com calma e discernimento e pensem no que realmente deixa você bonitas/os. São essas coisas que você vai manter. Todo o resto coloque em sacolas e doe. Podem fazer bazar também. Eu prefiro doar para ser usado por pessoas que realmente precisam.
Como acredito em energia acho que essa atitude abre espaço para novas e melhores coisas, pessoas e situações em suas vidas.
Ah! Não vale sair comprando tudo novamente! Compre peças novas com calma, aproveitando o momento de escolha de cada uma e com a certeza de que elas realmente ficaram boas em você.
Acho que isso nos ensina a ser seletivos. 

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Mudanças no Facebook!


O Facebook atualizou a política de fanpage, e agora nem todas as pessoas que curtem a página vão receber as atualizações postadas nela. :(
Para continuar recebendo o atualizações que nós fazemos lá no face, é preciso selecionar as opções “Obter Notificações” e “Mostrar no Feed de Noticías” que fica nas opções do botão “curtir”. É super simples e na imagem abaixo dá para entender melhor.


Bem fácil, né!? :)
Sempre postamos coisinhas na página do Facebook.
Para curtir a página é só clicar aqui!
Beijos

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Rostos e cinema

http://vimeo.com/46767459

Cliquem nesse link. Nesse há 105 closes belos do cinema. Claro que faltaram muitos, como Takeshi Kaneshiro em uma das cenas mais lindas de PERHAPS LOVE. Contudo, como reclamar quando há muitos closes de filmes de Wong Kar-Wai e termina com OLDBOY

Emocionante.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Qual o jeito certo de passar blush para cada tipo de rosto


Devo confessar que cada dia eu me traumatizo mais com algumas pessoas e seu blush...essa mania constante de fazer cosplay do pikachu me faz pensar duas vezes antes de sair de casa, eu sempre acho que tem blush demais ou que eu passei no lugar errado

normalmente ta tudo certo mas eu me preocupo do mesmo jeito, eu vim reparando ultimamente que o problema além da quantidade o maior problema esta na forma de passar o blush no rosto, porque tem um jeito certo de passar o blush para cada tipo de rosto que vai ajudar a realçar a sua beleza...então vamos aprender o jeito certo pro seu rosto???

Rosto Redondo:




Quem tem o rosto redondo normalmente quer deixa-lo mais fino, por isso a aplicação deve ser feita em direção a boca. 








Rosto Oval (finos ou compridos):




Quem tem o rosto oval deve aplicar o blush em direção ao nariz na maçã do rosto. assim da mais equilíbrio para o rosto








Rosto Quadrado:




Quem tem rosto quadrado normalmente tem o rosto mais largo a aplicação deve ser feita em direção a boca. Se o seu rosto for fino pode aplicar o blush em direção ao nariz na maçã do rosto.







Rosto Triangular:




Para quem tem rosto triangular deve aplicar o blush em direção ao nariz na maçã do rosto. Para quebrar o aspecto geométrico do rosto.









Gostaram das dicas??

beijos  

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Sobre flamingos

Mia Couto é um escritor nascido em Moçambique e que escreve livros sobre a identidade de seu país e continente. O interessante é que neles Couto é minoria por ser branco. Isso por si só já é um exercício bastante interessante de nos perguntarmos de qual ponto-de-vista o autor escreve.
Mas quando eu disse que ele trata em seus livros sobre a identidade de Moçambique quis resumir que Mia Couto narra através dos símbolos culturais de lá a luta de sua nação para resistir às guerras, às crises financeiras e às influências externas. 
O livro O ÚLTIMO VOO DO FLAMINGO, por exemplo, mostra uma missão da ONU (Organização das Nações Unidas) chegando à imaginária vila de Tizangara para investigar os motivos pelos quais soldados de paz estavam explodindo. "Explodir" talvez não seja o verbo adequado para o que acontece com os boinas-azuis mas eu realmente não sei qual outro usar e quando vocês lerem o livro vão entender.
Através de um consultor italiano da ONU que fica em Tizangara para descobrir o que houve com os soldados, Massimo Rissi, e seu tradutor local vamos descobrindo personagens fascinantes como a prostituta Ana Deusqueira, um padre que briga com Deus, o feiticeiro Zeca Andorinho, as figuras de poder da vila Chupanga, Ermelinda e seu marido Estêvão e o pai do tradutor, o velho Sulplício.
E é este homem, Sulplício, quem narra o que aconteceu e acontece na vila. Mesmo que nunca fique realmente dito o que provocou a explosão dos soldados nós começamos a ter uma ideia. E, mais, passamos a entender o povo de Moçambique que quer, ele próprio, resolver os seus problemas. 
A figura maior da trama, o flamingo, é um animal extremamente elegante e bonito. Mas visualmente frágil e delicado. Segundo a mãe do tradutor foi um flamingo que em seu derradeiro voo trouxe a noite para o mundo. E essa história cresce a cada vez que é contada. Cresce ao ponto desse voo tornar-se o símbolo da esperança de que tudo pode se ajeitar com o tempo.
Acho extremamente interessante como o autor consegue ter esperança e duvidar ao mesmo tempo. É uma esperança ressabiada, sabem? Que prova maior temos disso do que o flamingo representando-a? Como já disse, achou-o um animal frágil. Além de que Sulplício narra que o pai dele caçava as aves para comer. 
No final, a minha impressão é de que Mia Couto acredita no país dele e de que ele vai se fortalecer e vai se reconstruir, porém depende do que ainda está por vir. A pergunta final seria: "Quanto mais podemos aguentar?".
(Essa foi a resenha mais complexa que já ousei escrever de um livro. Mia Couto é um autor único. Poucas vezes vi um livro tão rico em imagens, metáforas e símbolos. Extremamente indicado.)

domingo, 2 de dezembro de 2012

Das coisas toscas que vemos por aí...

O livro, para mim, é um objeto sagrado. E, não, ele não é apenas uma coleção de páginas com letras impressas. Por mais piegas que pareça, um livro é, sim, um mundo novo, fonte de conhecimentos, rota de fuga de problemas, seu melhor amigo, seu companheiro de aventuras e por aí vai. Com um livro, por exemplo, podemos ir para a Terra-Média ou aprender com os maiores pensadores da humanidade.
Livros são, ainda, objetos sensoriais, sensuais. Um novo livro, um copo de café e pronto! Não se precisa de mais nada para o dia ser perfeito.
Além, é claro, daquele prazer inominável de se entrar em uma livraria e ficar olhando as belas edições de histórias já conhecidas ou de ainda por serem lidas. Eu amo pegar em livros, cheirá-los, analisar a qualidade do papel, o cuidado da edição. Adoro passear pela CULTURA ou pela SARAIVA!
Mas, acima de tudo, se tem uma coisa que esse instrumento cultural mais faz é ampliar horizontes. Livros nos fazem ver a vida com outros olhos. E, isso, é sensacional. Não tem preço mesmo.
Não estou nem falando de inteligência. O papo aqui é sobre desenvolver e refinar a capacidade de interpretar o mundo no qual vivemos. Entender mesmo o que está acontecendo e ter uma opinião que vá além do simples "eu acho que".
Pois bem, estávamos uma amiga e eu passeando pelo novo shopping da cidade, quando resolvemos entrar na LIVRARIA CULTURA. Assim que botamos os pés lá nos deparamos com uma cena tosca (para dizer o mínimo!). Uma adolescente de seus 13 anos queria comprar livros e a mãe da menina negou. Aos gritos disse que ela só poderia levar dois: um de Natal e outro de Ano Novo. 
OK, todos nós sabemos que livros são coisas caras mas, naquele caso e pelo modo como as duas estavam vestidas, o problema não parecia ser dinheiro mas sim a prioridade do que comprar. Tenho certeza de que se a menina tivesse pedido, sei lá, mais uma calça jeans a mãe teria comprado. Mas, não, por ser livro e por achar besteira ela negou.
Tanto eu quanto minha amiga ficamos aturdidas com a situação. Andrea, inclusive, quis ir lá e dizer que compraria os livros que a menina queria. Mas por temer a reação daquela mãe que negou livros aos gritos para a filha preferi que ela não se envolvesse.
Pois bem, caros leitores, essa foi a cena mais estranha que vi nos últimos tempos... Uma adolescente pedindo livros e a mãe negando por achar que seria jogar dinheiro fora!
Sem mais por hoje.

Truques de maquiagem: afinar o nariz



Tem muita gente que não está satisfeita com alguma parte do rosto, ou o nariz é muito grande, ou o rosto é muito redondo, ou tem marca de espinha e por aí vai...então eu decidi começar uma TAG aqui no blog que é truques de maquiagem para disfarçar alguma imperfeição que você pode não gostar no seu rosto e pra estrear essa TAG vou começar ensinando como afinar o nariz com maquiagem.

Pra quem não gosta do nariz não precisa recorrer a cirurgia pra finar...só com maquiagem já da pra fazer uma grande diferença....então pega um bloquinho e uma caneta e começa a anotar essa dica.



1) Com uma sombra marrom ou um bronzer você vai fazer um tracejado esfumado começando da sobrancelha em direção ao final do nariz, depois que você marcar vai com o dedo, ou um pincel de esfumar, ou um cotonete e vai esfumar esse tracejado que você fez. Isso vai dar uma sensação que o nariz está mais afilado.

2) Pra dar uma empinadinha na ponta do seu nariz você vai pegar um pouquinho de iluminador  e passar no meio do nariz.

viu como é fácil? agora é só usar essa dica pra afilar o seu nariz também...me contem nos comentários o que vocês acharam do resultado.

beijos

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

"I Love The City, The City of Recife!"



Eu tinha um outro post pronto aqui...mas antes de publicar me mandaram esse vídeo e eu acabei adiando o outro post que eu tava fazendo!!!


o vídeo mostra como Recife é linda! como toda a cidade do Brasil (e do mundo também!) tem seus problemas, violência e  pobreza, sim mas pra  mim é umas das cidades mais lindas! o povo é hospitaleiro e qualquer turista vai se sentir bem aqui!

eu não nasci aqui (sou do Paraná), mas, adotei essa cidade como minha...e pra mim quem fala mal daqui (ou de qualquer cidade do nordeste) é porque não conhece ou tem inveja dessa beleza toda!!!

então pra você que não conhece vou fazer um convite...venha conhecer o recife que você vai se apaixonar também!!! assista o vídeo e fique com muita vontade de conhecer!! aproveita que o carnaval ta chegando...o carnaval daqui é pra todo mundo! é gratuito, .diferente das maioria das festas nas outras cidades que você paga caro pra poder se divertir e é sim bem seguro! existe vários polos onde você pode aproveitar a festa até com as crianças (se você tiver filhos)! essas saem fantasias e tem espaço e segurança pra se divertir também..então aproveita e vem pra Recife que você vai sair daqui cantando "I Love The City, The City of Recife!"  :)

beijos


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O que é "leave-in"?



Leave-in é um creme para ser usado nos cabelos, logo após a lavagem com xampu e o condicionador. Só que ele é diferente dos outros pois é sem enxágue. Ou seja, ele é serve exatamente para condicionar os cabelos dando continuidade ao processo de limpeza e hidratação dos fios, sem precisar retirar o produto.

Mas nesse momento você provavelmente parou e pensou..."mas isso não é o famoso Creme pra pentear que eu já uso?" você provavelmente pensou que o produto é apenas uma forma mais chique de apelidar o creme para pentear sem enxágue? Na verdade, a característica correta não é sofisticação. O leave in é um produto profissional, e o creme sem enxágue comercial. Ambos finalizadores servem para desembaraçar e hidratar, entretanto, o “estrangeiro” vai além: ele protege os fios da poeira, do sol, ajuda a dar ou tirar o volume, modelar cachos e tem uma textura mais leve. 

A diferença básica dos dois produtos está na composição. O creme pra pentear é mais denso, tem mais óleos na fórmula e deixa o cabelo pesado. Nenhum cabelereiro aconselha o uso de creme para pentear, pois ele deixa resíduos nos fios e a consequência são os fios opacos. Conforme o uso e a qualidade da marca, em vez de tratar ele pode até ressecar: “Como o produto acumula na cutícula do fio, ele perde a umidade natural”.





Os benefícios são muitos. Eles deixam os cabelos mais hidratadosbrilhosos e os fios ficam “selados” por mais tempo. Quando os cabelos estão molhados, a tendência é que as escamas fiquem abertas e nesse momento os cabelos podem absorver muita poeira, fumaça e sujeira, já com a ajuda do leave-in, as escamas se fecham como uma película protetora. O leave-in também protege contra o calor do secador ou da chapinha (Todas Comemora!) e ainda eliminam o frizz e o cabelo ‘armado’. \o/

A variedade de marcas no mercado nos permite escolher entre leave-in que definem melhor os cachos, que protegem mais contra a ação do vento, da água do mar, do cloro da piscina, contra os raios solares e até preservar a coloração dos cabelos… o que permite você escolha do mais adequado para o seu tipo de cabelo.

Invista em um leave-in de qualidade. Elas não são caros e rendem bastante. Você irá precisar de menos do tamanho de uma moeda de 1 real para proteger seus cabelos, sem deixá-los com aparência de sujos ou pesados. Passe da raiz até as pontas e espalhe bem o produto para os fios ficarem lindos.

beijos!


fonte: dicas de cabelo


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Sobre porcos-espinhos

Eu estudo Francês e tenho a sorte de ter uma professora extremamente culta e interessada em nos fazer entrar em contato com aspectos da cultura dos países francofones. Foi com ela que descobri um grupo musical chamado PARIS COMBO (falo sobre ele em outro post).
Mas, no último sábado, ela se superou ao levar para nós o filme LE HÉRISSON ("O PORCO-ESPINHO), de 2009 e baseado no romance L'ÉLÉGANCE DU HÉRISSON, de Muriel Barbery (que acabei de comprar).
O filme segue Paloma, uma menina de 11 anos inteligente, precoce e suicida. Ela resolve que o que importa não é quando você morre mas o que você está fazendo ou prestes a fazer nesse momento. Assim, Paloma decide que vai fazer um filme e terminá-lo até o dia que escolheu para morrer.
E o tema? Os moradores de seu prédio de apartamentos de luxo, começando com a sua família e passando pelos dois mais interessantes: o novo morador japonês e a concierge.
Chegamos, assim, na personagem mais sensacional que vocês possam imaginar. Renée é viúva, tem 54 anos e aparentemente é a concierge perfeita. Mas, em seu apartamento, há um quarto fechado e repleto de livros. E esse canto/esconderijo define quem é Renée.
(Entendo completamente quando Paloma, completamente encantada pela personalidade de Renée, diz que no futuro quer ser concierge).
Ela é a mulher que não vive além de seus livros. Toda a vida dela é construída ao redor deles. Até que esse novo morador japonês chega e reconhece em Renée algo que ela nem lembrava mais que era: mulher. E uma mulher bastante interessante, elegante, bonita, inteligente...
Renée, então, encontra a vida. Melhor, a joie de vivre, a alegria de viver. Por isso a metáfora com o livro ANNA KARENINA. Anna largou todo o status de seu mundo de aparências para viver uma emoção real.  Infelizmente ela estava sozinha nisso, porque o interesse de Vronski era em outra coisa e não em um amor heróico que vence qualquer dificuldade.
Mas discorro sobre aspectos do filme que fogem do que queria escrever aqui. 
Poucas vezes vi um filme que tenha me emocionado tanto. Lembro apenas de EL SECRETO DE TUS OJOS, a trilogia O SENHOR DOS ANÉIS, ÉDEN À L'OUEST e AMORES EXPRESSOS terem me emocionado tanto.
Sem dúvidas, LE HÉRISSON é um dos cinco melhores filmes que já vi em minha vida.

sábado, 24 de novembro de 2012

Esmalte San Francisco da Realce

Essa semana resolvi usar o San Francisco da Realce que eu ganhei mais o absinto da Colorama pra pintar a filha única e eu amei o resultado



Usei duas camadas...gostei muito desses esmaltes o da realce seca um pouco mais rápido que o da colorama mas a diferença nem é tão grande assim, eles são fácil de aplicar e com apenas duas camadas fica ótimo!!!!


em questão de duração o da colorama tem uma duração melhor que o da realce!

beijos

Advance Techniques Moroccan Argan Oil da Avon

Avon lançou recentemente  a linha Advance Techniques Moroccan Argan Oil e eu resolvi comprar os produtos para testar.
Os produtos a base de óleo de argan são febre, e a Avon investiu no óleo marroquino. Eu adoro óleo de argan (muuuuito) e fiquei super animada pra testar esses produtos.






A linha é composta por shampoo, condicionador, Mascara de Hidratação e tratamento nutritivo indicado para todos os tipos de cabelos.
Como vocês podem perceber eu não uso condicionador...eu prefiro usar a mascara toda vez que eu lavo o cabelo 
O que a marca diz:
Originário do Marrocos, o óleo de argan é extraído de um fruto que brota na árvore Argan Spinosa, também conhecida como “árvore da vida”, por conta dos benefícios que traz à saúde. O óleo é utilizado para deixar os cabelos das mulheres ainda mais bonitos, já que proporciona efeito natural, maciez e brilho extra aos fios.

“Ingredientes raros como o óleo de argan marroquino são, muitas vezes, inacessíveis ao consumidor. Para reverter essa situação, a Avon trouxe este famoso óleo para sua mais nova linha de tratamento”, destaca Cristina Goto, gerente da categoria de Cuidados Pessoais e Cuidados para os Cabelos da Avon Brasil. “Conseguimos combinar os benefícios do óleo de argan, da vitamina E e da provitamina B5 e atingir um elevado nível de eficiência. Todos os produtos passaram por testes rigorosos para garantir um resultado final à altura do que as consumidoras buscam”, ressalta.
Resumindo a promessa dessa linha é garantir fios macios, hidratados e cheios de brilho.

Shampoo Nutritivo – R$7,99: Fórmula sem sal e possui óleo de argan, provitamina B5 e vitamina E.
O shampoo é perolado e sozinho eu achei que não limpou bem os fios. Então eu sempre uso um shampoo transparente antes (é mania, eu sei ^^), para garantir a limpeza dos fios.
Não deixou meu cabelo ressecado, pelo contrario assim que eu passei o shampoo já deu pra sentir ele mais macio e já deu pra desembaraçar.

Mascara Nutritiva – R$16:00: Com óleo de argan, provitamina B5 e vitamina E.
A textura da mascara é bem grossa, e ela hidrata muito bem os fios. Não precisa de muito para fazer efeito, é só aplicar e massagear um pouco depois deixar agir por no minimo 3 minutos. Eu não senti o meu cabelo “pesado”.



Tratamento Nutritivo com Óleo de Argan – R$17: Além de óleo de argan na composição, ainda possui provitamina B5 e vitamina E, que ajudam a nutrir e hidratar.
Adorei o óleo e ele realmente  não deixa o cabelo oleoso. O meu cabelo é seco principalmente nas pontas e com química (pregressiva + californiana), eu utilizei diversas vezes o óleo e funcionou muito bem, dá uma maciez incrível, eu nunca usei um óleo que deixasse o meu cabelo tão macio e brilhoso!
Usei o óleo no cabelo úmido (como aconselha na caixinha) e deixei secar naturalmente, dicou muito bom!!!
em uma outra tentativa eu isei com os cabelos úmidos mas sequei com secador e depois utilizei o óleo como finalizador e ficou perfeito!






gostei muito dessa linha e recomendo!!!!!   
beijos! 

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Evolução...

Estava eu "passeando" pela internet quando vi essa reportagem (clique aqui).
Basicamente ela mostra fotos de celebridades, como Nicole Kidman e Jessica Alba, e seus estilos ao longo do tempo.
Olhando as fotos, fiquei pensando que, antes, elas misturavam demais. Cores, modelos, texturas, sapatos, cabelo, maquiagem... tudo era em excesso. Mas, com o passar dos anos (e muito provavelmente com a orientação profissional certa), estas mulheres começaram a sair de casa divinas, chiques, elegantes, bonitas e com roupas e acessórios que as valorizavam.
É isso o que eu vejo muito: meninas e mulheres querendo estar no "último grito da moda" sem se preocuparem se estão bonitas ou não. 
E, cá entre nós, está mais do que na hora de nos vestirmos para nós mesmas, né? Não para ser outdoor de alguma marca, ou estar parecida com fulaninha ou desejável para os homens.
Por isso que antes de sair de casa eu me pergunto se estou bonita ou não. É isso o que importa. Não adianta ser cabide de todas as tendências ou estar vestida de "piriguete" para ser considerada gostosa. Não mesmo! O que nos deixa com a auto-estima fortalecida é nos olharmos no espalho e gostarmos. Se ficar em dúvida troque de roupa.
Agora, se você gosta de parecer "piriguete" ou sair de casa no bom e velho estilo "árvore de Natal"... bom, esse é o seu gosto. E cada um tem o seu, né? Fazer o que?

domingo, 18 de novembro de 2012

Esmalte Aspen da Realce

Essa semana resolvi usar o Aspen da Realce que eu ganhei e eu adorei o resultado



Usei duas camadas...gostei muito desse esmalte, ele é fácil de aplicar e com apenas duas camadas fica ótimo e ainda seca bem rápido!!!





Quanto a duração no próximo post sobre esmalte eu digo pq eu passei ontem a noite :)

Beijos





segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Só o cinema salva

Fui ver ARGO sem saber quase nada da história. Claro que fiquei surpresa, logo no início, com a legenda de que ele é baseado em fatos reais. 
E a surpresa tornou-se abestalhamento quando expuseram o plano de tirar seis diplomatas americanos do Irã, em 1979, usando bicicletas. Assim: cada um ia pedalando por mais de 100 quilômetros até a fronteira com a Turquia durante o inverno com neve (!!!). Isso era ideia de homens da CIA e do Departamento de Estado dos Estados Unidos...
Aí, veio um agente da CIA com um plano mirabolante, estapafúrdio, estranho e engraçado envolvendo a produção de um filme de ficção científica falso. Segundo o agente em questão, esse era o melhor plano ruim.
Honestamente, eu fiquei tão descrente de que essa trama pudesse ser baseada em fatos reais que vim pesquisar quando cheguei em casa. E, bom, a história é verídica. Sério mesmo.
Tudo acontece no início de 1980 quando seis americanos, que fugiram da invasão popular à embaixada dos Estados Unidos no Irã e refugiaram-se na casa do cônsul do Canadá neste país, precisam ser retirados sem que ninguém do governo ou polícia do país descubram. Caso fossem pegos, seriam tortura e morte certas.
Assim, o governo americano começa a criar planos e estratagemas para realizar o resgate. É aí que entram o hilário projeto do passeio de bicicleta e a opção menos ruim da produção de um filme de ficção científica.
Pois bem, eles não apenas conseguem criar uma produção cinematográfica falsa, com direito a momentos inesquecíveis entre os ótimos Alan Arkin e John Goodman, como convencem o governo do Irã de que estão querendo rodar um filme no pais, mesmo com ele em guerra. E, bom, o final vocês conferem porque vale a pena ver o filme.
E, aqui, faço o meu momento mea culpa: Ben Affleck pode ser bom ator. Pode mesmo. Ele consegue transmitir emoção! Mais, ele é um baita de um diretor. ARGO foi dirigido por ele e que direção belíssima. O filme é tenso quando tem que ser, é emocionante quando tem que ser e que reconstituição de época! Eu fiquei surpresa. Altamente indicado.
Goodman, Arkin e Affleck em cena.

P.S.: Antes de ARGO passou o trailer de um filme bem interessante. Não decidi ainda se vou ver, afinal, quedas de aviões nunca são legais. Mesmo com Denzel, questiono o quão saudável e tranquilizador será, para mim, ver esse filme. rsrsrsrs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...